Campanha de prevenção contra o turismo sexual

Uma Campanha de Prevenção e Enfretamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo já está nas ruas. E teve início na manhã de ontem (9) no município de Santos, numa iniciativa da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo em conjunto com o Ministério do Turismo. Tudo aconteceu na Associação Comercial de Santos com a participação das nove cidades da Costa da Mata Atlântica: Bertioga, Cubatão, Guarujá, São Vicente, Santos, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe.

“Começamos este importante trabalho no local do maior porto da América Latina, mesmo porque já terá início a alta temporada de cruzeiros marítimos, e segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, cerca de 600 mil pessoas escolherão 15 destinos brasileiros durante suas viagens de navio, tendo o Porto de Santos como principal local de embarque e desembarque”, informou Roberto de Lucena, secretário de Turismo do Estado de São Paulo.

Após o lançamento desta campanha, foram simbolicamente adesivadas vans e táxis de cada cidade e esta ação, além dos adesivos, incluirá panfletos e até camisetas com os seguintes dizeres: “Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes não é Turismo, É CRIME”.

Esta ação em Santos contou também com a adesão do Convention & Visitors Bureau de Santos e Região, de hotéis e restaurantes, Sindicato de Ambulantes, Sindicato do Transporte Alternativo, Associação de Taxistas, Associação Brasileira de Ciclistas, Pastoral do Menor, Conselheiros Tutelares, Conselhos de Segurança e Igrejas Evangélicas.“É este engajamento com a sociedade que promete resultados e assim vamos continuar com grupo de trabalho para divulgação e panfletagem em favor de nossas crianças e adolescentes”, disse o secretário Lucena.

Durante o lançamento  da campanha, o coordenador-geral do Programa Turismo Sustentável e Infância do Ministério do Turismo, Adelino Neto, proferiu uma palestra sobre o tema.

Você pode pular para o final e deixar uma resposta. Pinging não é permitido atualmente.

Deixe uma resposta