Bom Jesus da Lapa se consolida como destino do turismo religioso

Conhecida como a Capital Baiana da Fé, Bom Jesus da Lapa, cidade com 70 mil habitantes, no oeste do Estado, e a cerca de 900 quilômetros de Salvador, vive temporada de festas religiosas a partir deste mês, período que se prolonga até janeiro. O ponto alto acontece de 28 de julho a 6 de agosto (dia dedicado ao padroeiro do município), quando a cidade concentra mais de 500 mil romeiros no Novenário e Festa de Bom Jesus.

“Durante o ano, a cidade recebe cerca de dois milhões de visitantes”, informa o padre Devaldo Menêz, reitor do Santuário do Bom Jesus da Lapa, organizador da festa. Ele diz que as festividades atraem mais gente da própria Bahia, de Minas Gerais e do Espírito Santo. Mas, acrescenta o religioso, vêm turistas de todo o país: Goiás, Tocantins, São Paulo e Paraná, lista Menêz, destacando os estados mais efetivos.

“A Festa do Bom Jesus é a terceira maior romaria do Brasil, depois de Aparecida, em São Paulo, e do Círio de Nazaré, no Pará”, afirma Diogo Medrado, superintendente da Bahiatursa, acrescentando que, na Bahia, é uma das mais importantes manifestações dentro do segmento turismo religioso. Praças, hotéis, pousadas, restaurantes e estacionamentos de Bom Jesus da Lapa ficam lotados por romeiros, devotos e turistas que deixam seus lares para se acomodar na cidade.

A programação é marcada por missas no santuário, homenagens e procissões pelo circuito religioso da cidade. Os visitantes participam também de procissões pelas grutas que marcam o cenário de fé em Bom Jesus. De julho a setembro ocorrem na cidade três grandes romarias católicas: a da Terra e Água (este ano foi realizada de 3 a 5/7), a de Bom Jesus e a de Nossa Senhora da Soledade, que vai de 8 a 15 de setembro.

Eles vão em busca de graças ou para agradecer benfeitorias recebidas por intercessão dos santos católicos, consolidando a cidade como um dos principais destinos do turismo religioso no Brasil.

Realizada há mais de 300 anos, a Festa do Bom Jesus recebe um número cada vez maior de romeiros que fazem da cidade um verdadeiro reduto de fé. O município é banhado pelo Rio São Francisco, com cenário majestoso formado de belas paisagens, abriga o Morro do Bom Jesus, feito de calcário maciço, rodeado por grutas e dividido em galerias.

O Santuário de Bom Jesus da Lapa é um atrativo natural, com grutas e uma torre do lado de fora, que possibilita uma visão geral da cidade. No santuário, encontra-se a imagem de Bom Jesus Crucificado, local onde os romeiros ajoelham-se para fazer as orações. Diferentemente de outras manifestações religiosas da Bahia, marcadas pelo sincretismo religioso, a romaria de Bom Jesus da Lapa mantém-se fiel às comemorações católicas.

Programação

28 de julho a 6 de agosto – Novenário e Festa do Bom Jesus

29 de agosto – Romaria da Pastoral da Criança

8 a 15 de setembro – Centenário e Festa da Soledade

24 a 27 de setembro – Tríduo e Festa do Fundador do Santuário Padre Francisco da Soledade

9 a 12 de outubro – Tríduo e Festa de Nossa Senhora Aparecida

25 de outubro – Romaria da Legião de Maria

26 de novembro a 8 de dezembro – Novenário e Festa da Imaculada Conceição

10 a 13 de dezembro – Tríduo e Festa de Santa Luzia

4 a 6 de janeiro – Concurso de Presépios e Folias de Reis

7 a 10 de janeiro – Tríduo e Festa do Bom Jesus dos Navegantes

Você pode pular para o final e deixar uma resposta. Pinging não é permitido atualmente.

Uma resposta para “Bom Jesus da Lapa se consolida como destino do turismo religioso”

  1. gecino Anacleto Borges disse:

    Sou guia de romaria em Cambira no Parana ,gostaria que me enviace nome e preços de hoteis ai para que eu poça ne organizar e ir ai ok .Gecino.

Deixe uma resposta